Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Segunda-feira, 20.02.12

danças pró engate

Vejo a dança como uma forma de expressão, um hobbie, um desporto, uma terapia e uma forma de estar na vida. Por isso, quando me vêm com a conversa da dança e do engate...até as unhas se me encaracolam!!

 

Acho curioso (mas parvo vá...e básico..) quando falo com pessoas que associam imediatamente a dança ao engate. Pronto, fazem isso porque é o que lhes vem primeiro à cabeça e também porque nessas cabeças "vêm poucas coisas" certamente. Estas pessoas não têm culpa...normalmente (em todos os casos que conheço mas admito que haja casos em que assim não seja) essas pessoas não são "do meio da dança", não sabem o que é o verdadeiro "prazer de dançar pela dança" porque ou não gostam de dançar ou iam para as discotecas para o quê? Pois claro, para o engate.

Há muitos anos que ando na dança e em escolas de dança diferentes e constato uma realidade interessante: aqueles que vão para a dança por outro motivo que não pelo prazer de dançar vêem-se a léguas!! São aqueles que vão porque uma amiga/o vai, vão porque estão sem namorado/a, vão porque está lá uma pessoa que lhes interessa ou vão porque o namorado/a insistiu para irem. Isto, meus amigos, não me parece ser classificado como "ir dançar pelo prazer de dançar". E é bonito de se ver! Ao longo dos anos que andei nas escolas de dança verifiquei que estas pessoas são as que:

- Arranjam namorado/a e pumbas, desistem da dança (algumas até tinham muito talento);

- A amiga desiste, desistem da dança (como quando vão à casa de banho aos pares);

- A pessoa por quem andavam embeiçados desiste (ou casa com outro!) e desistem porque esse era o "motivo" do gosto pela modalidade;

- Têm filhos, desistem porque "ah e tal a maternidade" (esta é uma carta sempre trunfo de jogar porque nem toda a gente os tem);

- Mudam de emprego, casa, cidade e desistem...

 

Quem gosta de dançar, na minha mais humilde opinião, não desiste porque:

 

- Quando arranjam namorado? ele/a compreendem que o outro gosta de dançar e respeita ainda que não goste;

- Se o amiguinho colorido desiste? no problem, há muitos parceiros para dançar...

- Têm filhos? Não faz mal. Dançam grávidas até aos sete meses e quando o bebé tem um mês deixam-no com o marido/mulher uma hora por semana para irem dançar! Tiram o leite com a bomba se for preciso hã??!!! (conheço casos!!)

- Mudam de emprego, cidade, país? Procuram a escola de dança ou a discoteca mais perto e se não houver, sabem o que fazem???'

Fecham a porta do quarto, maquilham-se, vestem um top e dançam em frente ao espelho até ficarem cansadas está bem????? Está bem?? (pronto, sem nervos)

 

É facil julgar os outros pelos nossos valores e comportamentos.

Dançar não é "pra nada nem pra ninguém...é pra nós". Mái nada!

 

É só a minha humilde opinião :)

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

por oturnodanoite às 20:11


5 comentários

De Xana a 21.02.2012 às 09:44

Eh pá, diria que te irritaram mesmo! Mas sabes que há coisas difíceis de compreender para a maioria das pessoas e as coisas difíceis são essas que fazemos por gosto e paixão e que não implicam esforço para nós. Essa falta de compreensão pode ser chamada de intolerância, porque se eu não gosto, por que carga de água hão-de os outros gostar? E depois há o lado utilitário da coisa: deves fazer algo que tenha pelo menos duas funções: dançar e conquistar, correr e emagrecer, ler e cultivares-te ... Olha, fecha-te no quarto, põe o tal top, maquilha-te e dança para aí.
Bjs, Xana

De oturnodanoite a 21.02.2012 às 19:01

É verdade que tenho nérvus..mas há pessoas que gostam especialmente de os esticar :)

De Yellowhite Cat a 21.02.2012 às 18:54

Como eu concordo contigo!!!
Confesso que usei durante demasiado tempo o trunfo da maternidade, mas agora estou mesmo resolvida a voltar à dança!!! É como o velho ditado diz ... mais vale tarde do que nunca.
Agora tenho que ser eu a escrever um post sobre o que vai na alma de uma mãe que anda em aulas de dança, sendo (quase) a mais velha da turma ... e como me olham de lado. Sim porque também há preconceitos desses ... "Olha-me esta!!! Em vez de ficar em casa a fazer o jantar para o marido e para o filho vem para aqui ... para o meio de nós. Mas ela não vê que está deslocada?! Que já tá velha para estas coisas?!" ... Ah, pois é!!!

De oturnodanoite a 21.02.2012 às 19:23

Tal e qual!! Bái-te a eles pá!

De filipa a 22.02.2012 às 12:58


há pessoas que têm sempre de dizer qualquer coisa, mesmo quando não têm nada para dizer; ou têm a mania que têm opinião e conhecimento de causa de tudo e mais alguma coisa, e depois sai ao lado ...

é dar-lhes a "relatividade" necessária, abanar a cabeça enquanto falam, e imaginá-las a levar com cocó de gaivota em cima nesse preciso momento :)

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Fevereiro 2012

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
26272829